sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

MOTS




«De tanto perscrutar o interior das coisas
e sempre regressar ao ponto de partida,
sei bem como é precário o fogo da existência
e em dúvidas e tempo sempre alguém se perde.


O mundo e os seus mortos me perseguem
quando mais densa a invernia alastra
à minha ânsia sobre o temor por tudo
o que tenaz e irascível surpreende


cada um dos momentos da agonia
com que persigo a terra da esperança.
Por este testemunho a luz me atinge
e sei a que esplendor hoje pertence.»



PYOTR ILYICHT TCHAIKOVSKY


DANÇA ESPANHOLA, de O LAGO DOS CISNES

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...